Instagram

Prefeito de Aurora Adailton Macedo assina convênio do Proinfâcia em Brasília

O programa tem por objetivo prestar assistência financeira suplementar a projetos de construção, ampliação, reforma, pequenos reparos e equipamentos para creches e pré-escolas públicas da educação infantil. Visa, ainda, promover a correção progressiva das disparidades de acesso e de garantia do padrão mínimo de qualidade de ensino, melhorar a infra-estrutura da rede física escolar de educação infantil e reestruturar e aparelhar a rede física escolar desse nível de ensino para ajustá-la às condições ideais de ensino e aprendizagem.
O executivo aurorense deve ainda na capital federal empreender visitas a outros órgãos do governo federal, buscando adquirir mais recurso e benfeitoria para o município. Com suas insistências e persistências, a verdade é que Adailton Macedo já conseguiu várias benfeitorias em prol da população aurorense. Com apenas um ano de governo, o alcaide de Aurora já provou ao povo dessa terra que durante os seus quatro anos de mandato, cumprirá com todas as suas promessas de campanha política. Várias obras de grande respaldo já estão em andamento, como por exemplo: A Escola Técnica Profissionalizante, a Agência do INSS, o Posto de Saúde do Araçá e a pavimentação asfáltica do centro da cidade, aquisição de três ambulâncias, nova viatura para a policia militar, implantação do Sistema de Monitoramento de segurança da cidade, são algumas das benfeitorias que a administração “O Povo Construindo o Novo”, vem fazendo no município.

Prefeito Adailton Macedo adquire junto ao Governo do Estado nova viatura para a Policia Militar do Município

A Prefeitura Municipal de Aurora, através do Governo do Estado do Ceará, adquiriu recentemente para o município uma nova viatura para a Policia Militar de Aurora.
O novo veiculo servirá para reforçar a segurança dos munícipes aurorenses, bem como oferecer ao destacamento de policia local mais qualidade e segurança no trabalho ostensivo que ora vem sendo desenvolvido pelos policiais deste município. A nova viatura é equipada com aparelhos de última geração, inclusive com sistema de computador que no momento da apreensão de possíveis delinqüentes, os policiais podem levantar a fixa criminal do suspeito no exato momento. Essa conquista deve-se principalmente as constantes empreitadas feitas pelo Prefeito Municipal Adailton Macedo, junto ao Governo do Estado. O destacamento de policia do município de Aurora, atualmente conta com um efetivo de nove policiais, dentre eles o responsável pelo destacamento, o Sub-Tenente Rosivaldo Roseno da Silva e o Cabo Jota Laurindo. Segundo o Cabo Jota Laurindo, depois da instalação do Sistema de Monitoramento de Segurança feito na cidade, através da Prefeitura Municipal, que tem a frente o prefeito Adailton Macedo e o vice Antonio Landim, houve uma grande melhoria concernente a diminuição de ações promovidas por vândalos e delinqüentes na cidade. O sistema de segurança da cidade de Aurora funciona com 20 câmeras, durante 24 horas por dia, sob o controle da própria policia militar do município.

Após absolvição de dupla, Gomes agora pode perder Richarlyson

André Dias e Hugo foram absolvidos pelo STJD na última terça-feira. Eles foram julgados pelo desentendimento ocorrido no jogo contra o Vitória, estão liberados e à disposição de Ricardo Gomes para a partida contra o Sport, neste domingo, no Morumbi. No entanto, o treinador ainda pode ter pelo menos um desfalque para esta partida: Richarlyson foi denunciado pelo Tribunal pela expulsão contra o Botafogo e será julgado nesta sexta-feira. As informações são do site Justiça Desportiva. O volante foi denunciado no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que descreve ato desleal, e pode pegar até três partidas de suspensão. Uma já foi cumprida contra o Goiás. A súmula do jogo no Engenhão registra que o atleta chutou a barriga de Victor Simões durante uma disputa de bola. O agravante neste caso é que o camisa 20 já foi expulso duas outras vezes neste Brasileiro, contra Palmeiras e Náutico. Se Richarlyson for absolvido, curiosamente Gomes poderá contar pela primeira vez com todo o elenco na competição. Os piores momentos para o treinador foram justamente as duas últimas rodadas, quando não teve seis atletas contra o Botafogo e acabou perdendo por 3 a 2. Naquele duelo, no Engenhão, não estavam à disposição Jean, Dagoberto, Borges, Hugo e André Dias, todos suspensos, além de Rodrigo, machucado. No jogo seguinte, contra o Goiás, Richarlyson, Miranda, Borges e Dagoberto foram as ausências e o Tricolor perdeu por 4 a 2, deixando a liderança e caindo para a quarta posição. Em apenas três partidas o desfalque no elenco foi de um jogador só. Contra o Palmeiras, no dia 30 de agosto, quando Bosco estava em recuperação de uma fratura na face, e contra Internacional (22/07) e Corinthians (27/09), quando o treinador não contou com Rogério Ceni nas duas ocasiões.

Juazeiro do Norte-CE: Cid Gomes inaugura Metrô e promete bilhete a R$ 1,00 após dois meses de graça

Corria o mês de novembro de 1926 quando o Padre Cícero Romão Batista, demais autoridades e grande número de populares esperam o trem chegar a Juazeiro pela primeira vez. Era a inclusão da cidade no sistema de transporte ferroviário inaugurando o prédio da estação. Ele serviu durante décadas transportando pessoas e cargas até a extinção. A noite desta terça-feira (01) foi nostálgica para Juazeiro e Crato por marcar o retorno do trem. A cena, 83 anos depois, foi quase a mesma. A única diferença se dá entre as composições ferroviárias e as estações mais modernas a exemplo do próprio nome que passa a se chamar metrô de superfície ao invés de trem. Da mesma forma como em 1926, muita gente foi ver o trem chegar procedente de Crato. Desta vez, trazendo como governador Cid Gomes e sua comitiva que ganharam muitos aplausos. O desembarque aconteceu por volta das 21h15min.
Ele descerrou a placa comemorativa e acompanhou show pirotécnico antes dos pronunciamentos abertos pelo prefeito Manoel Santana o qual teve que enfrentar vaias, mas não perdeu o rumo da conversa. Considerou um equipamento que vai garantir maior integração sócio-econômica entre os municípios de Juazeiro e Crato e até fez um apelo em prol da expansão. Ele almejou que fosse estendido na direção do Bairro Pedrinhas e, numa fase posterior, atendendo os municípios de Barbalha e Missão Velha se ligando a Ferrovia Transnordestina. Quando falou em parcerias citou o nome do deputado federal Manoel Salviano por ele derrotado na última eleição e que estava ao seu lado a exemplo dos deputado estadual Sineval Roque e os prefeitos de Crato, Samuel Araripe; de Barbalha, José Leite; e Caririaçu, Edmilson Leite. Nenhum orador fez qualquer referência ao ex-governador Lúcio Alcântara que foi o precursor da idéia e começou a executar o projeto. O Secretário de Infraestrutura, Adail Fontenele, ganhou aplausos quando anunciou a fixação do preço da passagem em R$ 1,00 quando estiver operando comercialmente das 05h30min até as 22h30min. Mais aplausos ainda ao assegurar que os dois primeiros meses serão de graça, porém, somente das 9 às 13 horas numa fase experimental. Para um investimento de R$ 25 milhões, ele garantiu que o governador Cid Gomes vai ficar subsidiando o restante da passagem, a fim de que a mesma “não fique cara para estudantes e trabalhadores”. PADRE CÍCERO - O governador considerou o Metrô do Cariri modelo para o Brasil e fez questão de lembrar que, há 20 anos, o país não fabricava trens e isso veio acontecer agora com a Empresa Bom Sinal de Barbalha. Ele falou da geração de emprego e renda contribuindo com o progresso do Cariri adiante que a empresa já tem propostas em torno de mais sete trens para Recife, outros seis para a linha Fortaleza/Caucaia e mais cinco para a Região Norte do Ceará. Uma novidade anunciada pelo governador é que a Bom Sinal tensiona se expandir para o Juazeiro e já está definindo terrenos com o aval do prefeito Manoel Santana. "Quero vê-la como um grande complexo industrial na fabricação de trens", desafiou Cid Gomes. Ele avisou se tratar de uma inauguração simbólica pela necessidade dos ajustes e conclusão das demais estações. Enquanto discursava, ganhou de um popular uma estátua de Padre Cícero de presente e a ergueu para o público.

Agência dos Correios de Aurora já utiliza o Selo Postal contendo o Carimbo e o Brasão do Município

Ingazeiras.
O mesmo reside no distrito de Ingazeiras acerca de 23 km da sede do município. O lançamento do selo pelos Correios foi acompanhado também da feitura de um carimbo com a estampa do Brasão oficial de Aurora obra do chargista Erivan de Lavor, funcionário da Seculte-Aurora.
O ato de lançamento aconteceu no dia 10 de novembro – dia do município, por ocasião da missa solene ocorrida na igreja matriz. Na ocasião, estiveram presentes os representantes da regional dos Correios, além da agência local. Várias autoridades além do prefeito Adailton Macedo fizeram a obliteração oficial do Selo e do carimbo. “Foi uma maneira que utilizamos para registramos para a posteridade o momento histórico que foi a comemoração do aniversário dos 126 de Aurora”, disse o secretário da Seculte. Várias instituições, além do museu nacional dos Correios arquivaram o nosso selo para os pesquisadores e colecionadores, disse ele. Aurora agora começa a fazer parte dos municípios modernos que tendo o que mostrar para o país participam de iniciativas pioneiras como esta”, finalizou.














.

Agência dos Correios de Aurora já utiliza o Selo Postal contendo o Carimbo e o Brasão do Município

Ingazeiras.
O mesmo reside no distrito de Ingazeiras acerca de 23 km da sede do município. O lançamento do selo pelos Correios foi acompanhado também da feitura de um carimbo com a estampa do Brasão oficial de Aurora obra do chargista Erivan de Lavor, funcionário da Seculte-Aurora.
O ato de lançamento aconteceu no dia 10 de novembro – dia do município, por ocasião da missa solene ocorrida na igreja matriz. Na ocasião, estiveram presentes os representantes da regional dos Correios, além da agência local. Várias autoridades além do prefeito Adailton Macedo fizeram a obliteração oficial do Selo e do carimbo. “Foi uma maneira que utilizamos para registramos para a posteridade o momento histórico que foi a comemoração do aniversário dos 126 de Aurora”, disse o secretário da Seculte. Várias instituições, além do museu nacional dos Correios arquivaram o nosso selo para os pesquisadores e colecionadores, disse ele. Aurora agora começa a fazer parte dos municípios modernos que tendo o que mostrar para o país participam de iniciativas pioneiras como esta”, finalizou.

3ª Conferência Municipal das Cidades do Município de Aurora, foi um sucesso







O evento aconteceu no Salão Paroquial, a Rua São Vicente, no centro da cidade, e foi promovido pela Prefeitura Municipal de Aurora, através da Secretaria de Agricultura, que tem a frente o Secretário José Dácio. Na oportunidade, foram discutidos junto a sociedade aurorense, diversos aspectos relacionados à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano, bem como metas e planos de ação para enfrentar os problemas existentes nas cidades brasileiras; propiciar a participação popular de diversos segmentos da sociedade, considerando as diferenças de sexo, idade, raça e etnia para a formação de proposições, realização de avaliações sobre as formas de execução da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano e suas áreas estratégicas.
A programação começou as 8:00h da manhã, com o credenciamento das pessoas participantes, seguido de um nutritivo café da manhã. Participaram do evento o Prefeito Municipal, Adailton Macedo; o Vice-Prefeito, Antonio Landim; Secretários Municipais; Assessores; os Vereadores Aderlânio Macedo (PSDB), Darc Landim (PSC), Valdeci Batista – Deci (PV) e Maria Iracilda (PSB); Agentes de Saúde; Representantes de Associações Comunitárias; Representante dos Empresários; Dentre outras autoridades de diversos segmentos da sociedade aurorense. A abertura oficial foi feita pelo Vice-Prefeito, Antonio Landim, que oportunamente representava o Sr. Prefeito Adailton Macedo, que encontra-se resolvendo problemas administrativos, mas que chegou poucos instantes após a abertura do evento.
Em sua fala, Antonio Landim, discorreu a respeito da importância da realização da referida conferência, haja vista, que é de fundamental importância para o progresso relacionado a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano do Município. Na sequencia, foi entoado os Hinos Nacional e Municipal, seguido das palavras do Coordenador da Conferência, José Dácio, que falou a respeito do propósito de buscar melhorias para o município, bem como destacou a forma representativa da III Conferência Municipal das Cidades. Em seguida, aconteceu a leitura do Regimento Interno do evento, que foi aprovado por unanimidade pelos participantes.
Passada a palavra ao Prefeito Municipal, Adailton Macedo, o mesmo salientou a respeito de incentivar a população aurorense a participar de forma mais constante de eventos tão importantes para o município, como é a referida conferência; falou do código de postura do município para o ano de 2010; lamentou pelo fato de Aurora não poder ser incluso no Programa “Minha Casa, Minha Vida”, haja vista, que o mesmo só atende cidades com população acima de 50 mil habitantes, mas que está lutando para conseguir junto a Caixa Econômica Federal, 230 casas para os distritos de Ingazeiras, Santa Vitória, Tipi e também para a sede do município; falou ainda, que espera que o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), possa resolver os problemas de saneamento básico da cidade, principalmente da sede, bem como o abastecimento d’água de várias localidades do município.
Na mesma ocasião, houve uma Palestra Magna, proferida pelas seguintes autoridades: José Vivaldo (Maninho de Vila), Dr. Sebastião Rangel, também pelo próprio prefeito Adailton Macedo, onde foram discutidos assuntos relacionados aos Eixos Temáticos. Através de um data show, foram apresentadas várias fotos de algumas ruas da sede, mostrando os pontos críticos e a falta de colaboração e compreensão da própria sociedade aurorense, como por exemplo: obstrução de vias públicas, através de entulhos, produtos sobre as calçadas dos comércios, carros parados em lugares impróprios, dentre outros. Em seguida, teve a formação dos grupos temáticos, onde foram discutidas e apresentadas as propostas que serão levadas para a IV Conferência Estadual das Cidades, que acontecerá nos dias, 17 e 18 de março de 2010 e conseqüentemente a Conferência Nacional, marcada para o período de 24 a 28 de Maio, também de 2010. Na mesma ocasião, foi feita a escolha dos delegados que representarão Aurora, nas conferências acima mencionadas.
Para finalizar os trabalhos, o alcaide aurorense fazendo o uso da palavra novamente, disse que gostaria muito de ter arrematado pelo menos 50 casas em um Leilão que o mesmo participou recentemente, em Fortaleza, para beneficiar as pessoas carentes do município, mas que infelizmente o processo do referido Leilão não ofereceu nenhuma oportunidade de arremate. Disse ainda, que para o exercício do ano que vem, pretende adquirir em pelo menos 30% da merenda escolar do município, através da agricultura familiar. Por fim, Adailton Macedo, fez a entrega de certificados aos participantes da III Conferência Municipal das Cidades, seguido do almoço oferecido para todos os conferencionistas.
Estamos preparando um álbum de fotos do evento. Aguarde!

Câmara de Vereadores de Aurora aprova a realização do Concurso Público

A reunião foi motivada em virtude da apresentação do Projeto sobre a realização do Concurso Público, que ora estava sendo analisado e discutido conjuntamente pelo os dois Poderes. O mais importante é sabermos que temos um Prefeito, que está interessado na efetivação, o quanto antes do referido Concurso Público, esse gesto de democracia do alcaide aurorense, aberto ao diálogo e discussão, o diferencia muito de outros Prefeitos que passaram pelo o Executivo Municipal.
Na sua fala no plenário da Câmara Municipal de Vereadores falou da importância do Concurso e deixou bem claro que todo e qualquer concursado exercerá integralmente suas funções, e não admitirá que tenha no Município, funcionários ociosos, sem querer trabalhar, tendo em vista que muitos valorizam mais o salário do que o cargo que exerce. Disse ainda, que fará uma equiparação salarial dos funcionários da mesma categoria. O que merece destaque também, é a participação efetiva dos representantes do povo (Vereadores), que opinaram democraticamente, sem nenhuma restrição do gestor Municipal. No desenrolar das atividades deu toda liberdade a Câmara Municipal de Vereadores, para se posicionar da forma que achava convincente, e até mesmo fazer alguns ajustes ou correções em determinadas funções ou salários, que não estevam de acordo com o seu conceito apreciativo, tudo isso dentro de um verdadeiro clima de entendimento e consenso de ambas as partes. Estiveram participando também do evento os Secretários Municipais, que não ocasião, fizeram uma avaliação atinente ao Projeto do Concurso Público.
Segundo os mesmos, será muito importante para o Município de Aurora a efetivação desse Concurso, tendo em vista que ajudará a organizar todos os setores da Administração Municipal. Todas as discussões ocorridas no plenário durante os trabalhos, foram acompanhadas por um bom número de pessoas que compareceu a câmara, lotando as suas galerias e o auditório. A condução dos trabalhos legislativos também foi exemplar por parte do presidente, o Vereador Paulo José (PRP). Por conta do horário corrido, os parlamentares, assim como os secretários municipais, assessores e convidados almoçaram na própria câmara num oferecimento da casa. A referida sessão, entra para história do Poder Legislativo, como a mais longa de todos os tempos, haja vista, que a mesma começou as 8:00h e encerrou as 18:20h. A votação do Concurso Público em Plenário resultou na sua aprovação, e contou apenas com um voto desfavorável, ou seja, o voto do Vereador Chico Henrique (PMDB), que em sua justificativa disse: “Sempre falei nesta augusta casa que seria contra a realização de concurso público.
Portanto, não seria agora que mudaria de opinião”, concluiu o vereador. Já a votação do projeto que determina a criação do DEMUTRAN (Departamento Municipal de Trânsito) no município, foi aprovado com 5 votos favoráveis e 2 votos contrários. Votaram contra o referido projeto os Vereadores Gerismar Pereira (PSB) e Valdeci Batista (PV). O primeiro parlamentar disse que o município não estava preparado para receber o Demutran, enquanto o segundo vereador argumentou que no primeiro momento que o projeto entrou na Câmara, não havia entendido o mesmo, e que, apesar de já está por dentro do projeto continuaria votando desfavorável. Já o Vereador Francisco Ferreira Sobrinho - Erieudes (PSC) preferiu se retirar do plenário, sob a alegação de que havia sido convocado para aquela sessão, com o propósito de votar apenas o projeto do concurso público e não outros projetos. Dos três Projetos de Lei do executivo aurorense, apenas a votação do orçamento para o exercício do ano de 2010 e suas possíveis emendas, por uma questão de consenso ficaram para a sessão posterior.

Casarão do Cel. Xavier: Uma reflexão precisa e necessária


http://blog adriano sousa
Notadamente os intelectuais, os formadores de opinião, os professores, os pesquisadores, os autodidatas, enfim todos aqueles que de alguma maneira devem (ou deveriam) nutrir um sentimento de amor e afeto à preservação da memória histórica deste município salgadiano e que agora acaba de completar seus 126 anos de história. Creio desta maneira, a população como um todo ficaria mais atenta e vigilante no sentido de um maior comprometimento com as coisas que o passado nos legou e que de algum modo temos o dever de conservá-las às novas gerações e a posteridade. Afinal de contas, não cabe apenas ao poder público por iniciativa muitas vezes isoladas e episódicas dá esta tratativa incomum como forma de preservação histórica. Se assim não o fosse, muito do que já foi perdido para sempre não teria ocorrido. Neste aspecto em particular é que haveremos de relevar como uma iniciativa grandiosa a decisão da compra do antigo casarão, sobremaneira num momento de crise por que passam os municípios brasileiros. Penso ser este um presente que não tem preço, oferecido aos aurorenses justamente num momento em que seus filhos ainda festejam o auspicioso aniversário de 126 anos de uma bela história. Um momento de absoluta celebração... Como se o nosso passado voltasse incontinenti à baila como em vídeo - tape.
No entanto, é preciso que se leve esta reflexão para os nossos centros do saber: as escolas em todos os níveis, o ambiente da sala de aula em todos os seus contextos precisam da argamassa temática do nosso próprio cotidiano. Quem sabe parte do desmoronamento do nosso nível de aprendizagem não resida no fato de que carece da praxe freiriana de se trabalhar o que é nosso? A abordagem acerca do velho casarão do coronel Xavier não é apenas história como tal se parece. É ética, cidadania, psicologia educacional, geografia política, filosofia, enfim, uma boa discussão que terá a cara daquilo que nos propomos a fazer dela. A depender do nível de compreensão que teremos de uma iniciativa como esta que também se insere na pedagogia do fazer sociocultural e histórica de qualquer urbe preocupada com seus entes sociais. O que no fundo fomentará a informação necessária no tocante àquilo que efetivamente nos pertence e criando as condições objetivas para que lutemos por sua manutenção. Urge que façamos com que cada cidadão se sinta sujeito da sua própria história e isso só acontecerá através da consciência crítica e da autocrítica acerca das coisas e do mundo no qual estamos inseridos como sujeitos históricos. E através de uma educação de fato e sem nenhuma máscara como uma ferramenta e atitude de intervenção.
Os que não pensam assim de certo modo deseducam mais do que desinformam o que é muito pior. Os que não vêem na preservação da memória histórica uma saída para a compreensão do presente e do futuro de algum modo deletério estão na chamada contramão da história e dos acontecimentos hodiernos. Cada um pensa como quer e como pode, este é um princípio que a democracia lhe confere, no entanto, pensar errado não pode ser nem de longe algo admissível quando o que está em jogo é a tentativa da construção da própria identidade de um povo, cujo papel da história tem um peso especial.Nenhuma civilização regrediu tanto quando esqueceu o seu passado. Nenhum povo conseguiu se perpetuar no tempo e no espaço não fosse o nível de cultura que deixou em formas de registros que vão desde a oralidade, artes, tradição, monumentos, isto é, um conjunto de patrimônio histórico quer seja material ou imaterial. Tudo como indicativo da sua mais alta e inquebrantável identidade social e humana. E Aurora não pode se dá ao luxo de não enxergar este fundamento quase axiológico e pensamental.
Portanto, a compra do velho Casarão do coronel Xavier veio em boa hora. Até porque o antigo prédio não suportaria mais uma invernada. Sua situação a cada dia que passa se agrava ainda mais e está periclitante mesmo diante dos olhos de todos. Era como sua presença se desse no nível do invisível ou do supra físico. Sua recuperação arquitetônica, portanto, requer agora um caráter emergencial. O tombamento pode até esperar, mas sua recuperação nem tanto.O antigo casarão representa hoje a mais antiga e, portanto, o mais significativo do patrimônio histórico de Aurora e quiçá de todo o Cariri Oriental. Vez que fora erguido nos idos de 1831 seis anos antes da própria matriz que na época da construção do sobrada não passara de um minúsculo oratório remanescente do padre Manoel de Oliveiro, dantes proprietário da fazenda Logradouro, como era chamado todo o espaço circunscrito hoje ao centro da cidade.
Após comprar a fazenda o Coronel Fco. Xavier de Sousa decidiu por construir o sobrado bem ao lado do oratório. E o fez com imponência, uma construção arrojada e grandiosa para a época, algo que pudesse a um só tempo evidenciar o seu poder e demarcar por assim dizer, o centro espacial que a partir de então, seria o núcleo irradiador do seu comando. Um local estratégico escolhido a dedo uma vez que de lá podia se vislumbrar toda a visão panorâmica do que ocorria naquela ribeira de frente para o rio e o nascente. Ainda com amplas janelas viradas para todos os lados, o coronel d’Aurora podia num raio de 360º graus se dá conta em pouco passos do cotidiano da antiga Venda Grande d’Aurora. Do alto, o coronel podia ver, por exemplo, o que faziam o preto Benedito na sua capela à margem do Salgado e a mulher Aurora na sua hospedaria a receber com sua graça os almocreves que subiam e desciam do litoral e dos sertões adentrando num verdadeiro frenesi o Cariri, pernoitando na Venda da dona Aurora. Por fim, digamos agora que o velho sobrado, testemunho maior da história aurorense hoje mais do que nunca pertence (como não podia deixar de ser) a todos os filhos desta terra.
A aquisição do casarão, é muito mais que uma ação isolada de um gestor preocupado com o bem-estar da municipalidade como seria o lugar-comum de muitos pelo Brasil afora. Mas não. A aquisição do casarão é uma obra da mais alta relevância social, justamente pelo fato de está diretamente atrelada não apenas ao presente, mas, sobretudo ao passado, o presente e o futuro de várias gerações que já se foram e que ainda estão por vir. Uma obra póstuma, pretérita e ainda mais futurista. Uma motivação a mais para que todos os aurorenses nunca mais se sintam distantes dos seus ancestrais o suficiente para não se sentirem parte importante de uma construção humana que nunca termina, malgrado a insensibilidade dos homens. Uma obra que de tão substantiva talvez somente no futuro haveremos de compreender na sua totalidade a imensa valia do seu papel na formação e consolidação da nossa consciência cidadã. Um gesto desprendido e por isso mesmo grandiosa do alcaide Adailton Macedo em favor da sua terra. A propósito, como estaria Aurora se outros tivessem pensado antes e agido também com esta acurada visão histórica e social? Se outros não tivessem a incompreensão ousada de mandar calar o som das gargantas de poucos que defendiam o casarão mesmo antes dele chegar a este atual estado de quase morte? Mas como dizem: antes tarde do que nunca. Vida longa ao casarão nos seus 178 anos de resistência ao tempo e a insensibilidade dos homens!

Diretor do São Paulo cita invasão no Maracanã e espera ter recurso acolhido




http://blog adriano sousa
O São Paulo irá apresentar na segunda-feira, ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, seu recurso no caso da invasão de campo durante confronto contra oInternacional, dia 28 de outubro. Um torcedor entrou no gramado do Morumbi, interrompendo a partida. O clube foi julgado e perdeu um mando de campo. Contra o Sport, dia 6 de dezembro, na última rodada do Brasileirão, o Tricolor terá de jogar a 100 km de casa. O vice-presidente de Futebol tricolor, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, espera que o Tribunal acolha o recurso tricolor e se baseia em um episódio que teria ocorrido no Maracanã. Ele afirma que, após o apito final do jogo entre Flamengo e Santos, dia 31 de outubro, um torcedor com a camisa rubro-negra entrou no gramado do Maracanã para abraçar Adriano. - Se há antecedentes que beneficiaram outros clubes, não é possível que o São Paulo seja punido. Temos o caso do torcedor que invadiu para abraçar o Adriano e não houve punição. Tenho confiança no Tribunal, que é formado por pessoas idôneas - afirmou Leco, em entrevista à rádio “Jovem Pan”.

O incidente alegado por Leco não foi relatado na súmula da partida entre Fla e Peixe

Definido os times finalistas da Copa Aurora de Futebol 2009 (Lêço Quezado)

http://blog adriano sousaEm mais uma rodada emocionante da Copa Aurora de Futebol – edição 2009 saiu os dois times finalistas da primeira divisão da competição. Após empate por zero a zero no tempo normal nos confrontos envolvendo as equipes do Esporte Clube Araçá X Real Futebol Clube Ingazeiras e Esporte Clube Vitória X Ceará Sporting Clube Japão, e vitória nas cobranças de penalidades máximas a favor das duas agremiações primeiras, a grande final da Copa Aurora acontece no próximo dia 10, data em que o município completa 126 anos de emancipação política. Para tanto, a Seculte já ultima todos os preparativos visando a decisão da competição. Os dois times finalistas chegaram à decisão da Copa de forma invicta. No próximo sábado (07), Real FC Ingazeiras e Ceará do Japão farão a disputa do terceiro lugar da competição. Pela segundona, Juventus dos Grossos e Agremiação Atlética Pankdão decidirão o titulo. Confira a campanha de ambas às equipes:
Esporte Clube Vitória:
4 X 0 Nova República de Ingazeiras
2 X 1 Soledade E. C.
1 X 0 Vila Alta de Ingazeiras
2 X 0 Soledade E. C.
0 X 0 Ceará do Japão
Esporte Clube Araçá:
7 X 0 São Caetano
7 X 1 Canarinho da Cachoeira
3 X 0 Juventude do Espinheiro
4 X 1 São Benedito
0 X 0 Real FC Ingazeiras


MAIS NOTÍCIAS



Uma ‘caixinha’ de joias e um asteroide espalhafatoso

Saiu ontem uma nova imagem de uma das maravilhas do céu, na minha opinião. Trata-se do aglomerado Kappa Crucis, ou NGC 4755, porém mais conhecido como “caixinha de joias”. Esse aglomerado aberto de estrelas tem esse apelido por causa da miríade de estrelas coloridas agrupadas. É um aglomerado fácil de se achar, fica um pouco à esquerda do braço esquerdo do Cruzeiro do Sul e pode ser visto em ambientes escuros como uma pequena mancha cinza, mesmo a olho nu. Em telescópios pequenos já se revela uma pequena joia dos céus. Em um telescópio de 8 metros, revela-se esta maravilha.
Aglomerados abertos são compostos por estrelas jovens (a caixinha de joias tem “apenas” 16 milhões de anos) e estão em processo de separação. Diferentemente dos aglomerados globulares, que são velhos (bilhões de anos de idade) e as estrelas estão todas ligadas gravitacionalmente.
Intruso sobre a IndonésiaNo começo deste mês, sem nenhum “aviso prévio”, um asteroide de aproximadamente 10 metros de comprimento entrou na nossa atmosfera, sobre a Indonésia, e explodiu, sem causar nenhum dano. Não se trata da enganação da cratera na Letônia! Essa explosão teve pouca repercussão na mídia ocidental, mas foi certamente um caso digno de nota, pois o asteroide era completamente desconhecido e nos apanhou de surpresa.
Sua explosão foi equivalente a de uma bomba de 50 quilotons, entre duas ou três vezes o poder de uma bomba atômica da época da Segunda Guerra Mundial. Essa detonação gerou uma onda de choque que disparou os sensores de infrassom que monitoram o tratado que baniu os testes nucleares. De início, esse evento foi confundido com um teste nuclear, mas logo a hipótese foi descartada. Estatisticamente, uma explosão assim é esperada a cada 2-12 anos. Agora os astrônomos estão procurando dados de observatórios e radares que fazem o contínuo monitoramento dos céus para estudar melhor esse objeto.
De todo modo, não se assuste. E bom feriado!

Dirigente do Inter desafia o São Paulo a contratar Alecsandro

Em São Paulo, o comentário é de que o atacante Alecsandro, do Internacional, está na mira do São Paulo. O irmão do camisa 9, Richarlyson, que defende o Tricolor, já abriu as portas do clube para o familiar. Mas o vice-presidente de futebol do clube gaúcho, Fernando Carvalho, deixou claro que a negociação é praticamente impossível. Afinal, o atleta ainda tem mais três anos de contrato.

- O Alecsandro tem um longo contrato conosco. Duvido que o São Paulo tenha dinheiro suficiente para tirá-lo daqui. Já me perguntaram sobre esse absurdo e deixei claro que é uma coisa que não me preocupa - afirmou o dirigente gaúcho, quando questionado sobre o assunto.

saiba mais
Apesar da derrota, Mário Sérgio enche equipe do Internacional de elogios
Após tropeço 'injusto' no Morumbi, Inter ainda acredita no título
Em duelo pelo topo, Washington garante vitória do São Paulo sobre o Internacional
Alecsandro seria uma opção para o lugar de Washington, que dificilmente renovará o seu contrato com a equipe do Morumbi. Apesar do gol marcado na partida desta quarta-feira, o camisa 9 está longe de ser uma unanimidade dentro do clube do Morumbi. O jogador colorado, quando questionado sobre o assunto, fugiu pela tangente.

- Eu só quero pensar no Internacional e na reta final do Campeonato Brasileiro – concluiu.

Jogos na Memória: confira os motivos de orgulho e vergonha dos são-paulinos





Não é tarefa simples escolher cinco partidas para a lista de orgulhos do São Paulo. Afinal, só entre os títulos de maior expressão, já há 12 opções - como evidencia o 6-3-3 adotado pela torcida, em referência ao número de Brasileiros, Libertadores e Mundiais.



saiba mais
Jogos na Memória: conheça a seção

--------------------------------------------------------------------------------
Confira abaixo quais foram os cinco jogos escolhidos para a lista de orgulhos e quais cinco entraram na relação de vergonhas. Por fim, estão as partidas escolhidas pelos internautas.

Leia no blog Memória E.C. a íntegra dos depoimentos de quem esteve nas partidas - como Zetti, Muller e Cicinho - e aproveite para mandar o seu comentário : quais jogos orgulham e envergonham a torcida são-paulina?















1º lugar: São Paulo 2 x 1 Barcelona, em 1992

Ag./AFP
Raí, com seus dois gols, foi eleito o melhor em campo na partida contra o Barcelona

Pré-jogo: Após ganhar a Libertadores pela primeira vez, o time encarava no Mundial o campeão espanhol e europeu. O jogo foi realizado entre as duas finais do Paulistão.



Orgulho: Graças ao São Paulo, o Brasil voltou ao topo após oito anos de jejum no Mundial Interclubes, numa época em que até a seleção vivia fase de vacas magras. O time venceu com um gol inesquecível de falta de Raí - e ainda levaria o Paulista em seguida.



Memória: "Senti o time tranquilo depois do gol do Stoichkov. O Raí fez os gols, mas o nome do jogo foi o Muller, que fez a diferença. Era uma novidade disputar o Mundial, para o São Paulo e para o Brasil, que não tinha um representante havia muito tempo. Assistimos ao Barcelona jogar no primeiro tempo, mas no segundo foi diferente, passamos a acreditar. O Palhinha atuou mais adiantado, o Cafu - um dos primeiros alas do Brasil - chegou mais à linha de fundo, e o Raí se movimentou muito. O segundo gol do Raí foi uma jogada muito ensaiada, mas a questão é que ele não fazia gol de falta", Zetti.




SÃO PAULO 2 x 1 BARCELONA
Zetti, Vitor, Adilson, Ronaldão e Ronaldo Luiz; Cerezo (Dinho), Pintado, Raí e Cafu; Palhinha e Muller. Zubizarreta, Ferrer, Koeman, Guardiola e Eusebio; Bakero (Goicoechea), Amor, Witschge e Beguiristain (Nadal); Stoichkov e Laudrup.
Técnico: Telê Santana. Técnico: Johan Cruyff.
Gols: Stoitchkov, aos 13, e Raí, aos 27 minutos do primeiro tempo; Raí, aos 34 minutos do segundo tempo.
Estádio: Nacional de Tóquio. Data: 12/12/1992. Árbitro: Juan Carlos Loustau (ARG).






2º lugar: São Paulo 1 x 0 Newell's Old Boys, em 1992

Pré-jogo: Após sofrer derrota por 1 a 0 na Argentina, o São Paulo tentava ganhar por dois gols de diferença no Morumbi, em sua primeira final da Libertadores.



Orgulho: Já seria o bastante se o orgulho fosse um título inédito em uma vitória emocionante na disputa por pênaltis. Mas a conquista do São Paulo em cima do time de Bielsa mudou a maneira como o Brasil - times, torcida e mídia - enxergava a Libertadores.

Memória: "O São Paulo ficou muito grande a partir desse título, por todas as competições que disputou e conquistou. Até então todos viam a Libertadores como algo normal. Sofremos muita pressão na Argentina, então acho que o 1 a 0 para eles foi lucro. O jogo no Morumbi foi bastante difícil, porque o Newell´s se fechou bem, e o gol demorou a sair. Disputa por pênaltis é algo complicado, mas você nunca acha que vai perder depois de vencer nos 90 minutos. Depois do título, teve aquela invasão de campo, que foi uma coisa de louco", Palhinha.




SÃO PAULO 1 x 0 NEWELL´S OLD BOYS
Zetti, Cafu, Antônio Carlos, Ronaldão e Ivan; Adílson, Pintado, Raí e Palhinha; Muller (Macedo) e Elivélton. Scoponi, Llop, Gamboa, Pochettinno e Saldaña; Berti, Berizzo, Martino (Domizzi) e Zamora; Lunari e Mendoza.
Técnico: Telê Santana. Técnico: Marcelo Bielsa.
Gol: Raí, aos 20 minutos do segundo tempo.
Pênaltis: Raí, Ivan e Cafu converteram para o São Paulo (Ronaldão perdeu); Zamora e Llop converteram para o Newell's (Berizzo e Mendoza perderam).
Estádio: Morumbi. Data: 07/06/1992. Árbitro: José Joaquín Torres (COL). Público: 105.185.






3º lugar: São Paulo 1 x 0 Liverpool, em 2005

Agência/AFP
Autor de defesas salvadoras, Rogério Ceni ergue a taça em Yokohama, cercado por companheiros

Pré-jogo: O São Paulo vinha de vitória apertada (3 a 2) sobre o Al Ittihad (ARA) na semi e decidiria o Mundial contra o Liverpool, que batera o Saprissa (COS) por 3 a 0.

Orgulho: O Tricolor se tornou o time brasileiro com o maior número de títulos mundiais (três) ao derrotar uma equipe que não sofria gol havia 11 jogos. Foi também a atuação mais marcante da carreira do ídolo Rogério Ceni, que fez três grandes defesas.

Memória: "Tínhamos assistido a Liverpool 3 x 0 Saprissa e ficamos muito preocupados. No jantar, o Rogério Ceni comentou que nosso time tinha jogadores baixos, como eu, Mineiro e Josué, e que teríamos essa desvantagem. A jogada aérea do Liverpool era forte. Eu não tive uma noite bem dormida, com frio na barriga, e comi quase uma caixa inteira de bombom. Entramos muito concentrados na partida e conseguimos o gol com o Mineiro, um jogador abençoado, com humildade e uma história de superação", Cicinho (atualmente no Roma).




SÃO PAULO 1 x 0 LIVERPOOL
Rogério Ceni, Fabão, Lugano e Edcarlos; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior; Amoroso e Aloísio (Grafite). Reina, Finnan, Carragher, Hyypia e Warnock (Riise); Xabi Alonso, Sissoko (Sinama), Gerrard e Kewell; Luis Garcia e Morientes (Crouch).
Técnico: Paulo Autuori. Técnico: Rafa Benítez.
Gol: Mineiro, aos 26 minutos do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Lugano e Rogério Ceni (São Paulo).
Estádio: Internacional de Yokohama (JAP). Data: 18/12/2005. Árbitro: Benito A. Archundia (MEX). Público: 66.821.






4º lugar: São Paulo 3 x 2 Milan, em 1993

Pré-jogo: Já sem Raí, o time buscava o segundo Mundial, contra outro supertime - o Milan, que herdara a vaga do Olympique, impedido de jogar devido a um caso de corrupção na França.


Orgulho: A força defensiva do Milan é constatada pelo fato de levar três gols em só dois de 36 jogos de Campeonato Italiano em 1993. Outro feito do São Paulo foi se igualar a Santos, Internazionale e Milan como os únicos na história a ganhar o Mundial em dois anos seguidos.

Memória: "A dificuldade das finais de 1992 e 1993 foi a mesma, mas o jogo contra o Milan foi tecnicamente inferior. Foi truncado, muito disputado. O Milan tinha jogadores que atuavam juntos há muito tempo e marcavam muito bem. Esperávamos uma partida mais técnica, porque o Milan tinha grandes jogadores. O São Paulo tinha na frente eu, Palhinha, Cafu e Leonardo - ou seja, não havia um centroavante fixo. Era uma equipe de muita rotatividade, com aproximação entre os jogadores", Muller (atualmente técnico do Grêmio Maringá).




SÃO PAULO 3 x 2 MILAN
Zetti, Cafu, Válber, Ronaldo e André Luiz; Doriva, Dinho, Toninho Cerezo e Leonardo; Palhinha (Juninho) e Muller. Rossi, Panucci, Costacurta, Baresi e Maldini; Albertini (Orlando), Desailly, Donadoni e Massaro; Papin e Raducioiu (Tassotti).
Técnico: Telê Santana. Técnico: Fabio Capello.
Gols: Palhinha, aos 19 minutos do primeiro tempo; Massaro, aos três, Toninho Cerezo, aos 14, Papin, aos 36, e Muller, aos 41 minutos do segundo tempo.
Estádio: Nacional de Tóquio. Data: 12/12/1993. Árbitro: Joël Quiniou (FRA). Público: 52.275.






5º lugar: Guarani 3 x 3 São Paulo, em 1987

Pré-jogo: Na decisão do Brasileiro de 1986, os times jogariam em Campinas após empate por 1 a 1 no Morumbi. Era também o duelo entre os artilheiros Evair e Careca (24 gols cada).

Orgulho: Naquela que provavelmente é a final mais emocionante da história do campeonato, o São Paulo marcou com um título nacional a geração chamada de Menudos - com jogadores como Muller, Silas e Sídnei. E Careca, com um gol no fim da prorrogação, ficou com a artilharia.

Memória: "O nosso time era mais experiente. Na prorrogação, enquanto o Guarani chutava para arquibancada, o São Paulo tocava a bola com calma. Você sempre espera uma final difícil, com só um ou dois gols. Quando o Guarani fez o primeiro na prorrogação, pensei: 'Mataram o jogo'. Ninguém esperava que sairiam mais gols. Hoje acho que, se tivesse mais tempo, ainda teria um gol para cada lado. No fim, já tocavam o hino do Guarani e colocavam 'campeão' no placar eletrônico, quando o Careca empatou", Pita (atualmente trabalhando para a Traffic).



GUARANI 3 x 3 SÃO PAULO
Sérgio Néri, Marco Antônio, Ricardo Rocha, Valdir Carioca e Zé Mário; Tozin, Tite (Vágner) e Marco Antônio Boiadeiro; Catatau (Chiquinho Carioca), Evair e João Paulo. Gilmar, Fonseca, Wágner Basílio, Darío Pereyra e Nelsinho; Bernardo, Silas (Manu) e Pita; Muller, Careca e Sídnei (Rômulo).
Técnico: Carlos Gainete. Técnico: Pepe.
Gols: Nelsinho (contra), aos dois, e Ricardo Rocha (contra), aos nove minutos do primeiro tempo; na prorrogação: Pita, a um minuto, Boiadeiro, aos sete minutos do primeiro tempo; João Paulo, aos cinco, e Careca, aos 14 minutos do segundo tempo.
Pênaltis: Tozin, Valdir Carioca e Evair converteram para o Guarani (Marco Antônio e João Paulo perderam), e Darío Pereyra, Rômulo, Fonseca e Wágner Basílio converteram para o São Paulo (Careca perdeu).
Cartões amarelos: Ricardo Rocha e Valdir Carioca (Guarani). Cartão vermelho: Vágner (Guarani).
Estádio: Brinco de Ouro (Campinas). Data: 25/02/1987. Árbitro: José de Assis Aragão (SP). Público: 37.370.










1º lugar: Guarani 1 x 0 São Paulo, em 1990

Pré-jogo: O São Paulo precisava ganhar para estar entre os sete classificados de um total de 12 competidores no Grupo 1 do Paulistão.

Vergonha: O jogo simboliza a pior fase da época recente do clube. Derrotado, o time precisou disputar uma repescagem durante a Copa do Mundo, com públicos de até 250 pessoas no Morumbi. Pior: ficou em segundo e por isso jogou o Grupo 2 (dentro da Primeirona) em 1991.

Memória: "De 1989 para 1990 houve mudança de diretoria, e a nova assumiu o cargo com caixa zero. Havia dificuldades financeiras, tanto que o primeiro pagamento foi feito por conselheiros. O time era bom, mesmo que o clube não tenha conseguido manter alguns jogadores, porque muitos outros ainda tinham contrato em vigência. Então estavam lá Raí, Zé Teodoro, Nelsinho, Gilmar... O São Paulo não foi bem no primeiro turno. Acho que foi porque não tínhamos um homem de área, então deixamos a desejar nas finalizações", Pupo Gimenes.




GUARANI 1 x 0 SÃO PAULO
Sergio Néri, Betão, Pereira, Tosin e Rocha; Fábio Henrique, Zé Carlos e Aírton (Vagner Mancini); Élcio (Celinho), Rubem e Cilinho. Gilmar, Zé Teodoro, Mazinho, Ronaldão e Nelsinho; Flávio, Bobô e Raí; Anílton, Ney Bala (Baiano) e Renatinho (Betinho).
Técnico: Eli Carlos. Técnico: Pupo Gimenes.
Gol: Vagner Mancini, aos 34 minutos do segundo tempo.
Estádio: Brinco de Ouro. Data: 12/05/1990. Árbitro: Dulcídio Wanderley Boschillia. Público: 4.633.






2º lugar: São Paulo 2 x 7 Portuguesa, em 1998

Pré-jogo: O São Paulo, que fizera um bom primeiro semestre, vinha de uma campanha ruim no Brasileirão: quatro vitórias, dois empates e seis derrotas.

Vergonha: O então campeão paulista foi goleado pela Portuguesa, vivendo o pior momento no ano. Numa pane na etapa inicial, sofreu quatro gols entre os 23 e os 32 minutos. A situação foi menos desastrosa após o intervalo, mas em compensação teve até gol do meio-campo.

Memória: "Foi um jogo atípico. Não sei se aconteceria de novo se jogássemos logo depois. Depois de sofrer o segundo gol, o São Paulo ficou apático e não conseguia segurar a bola. A Portuguesa percebeu isso e passou a trocar passes, tirando proveito das nossas falhas de marcação. Com 4 a 0, eu torcia para o primeiro tempo terminar logo. Ninguém tinha confiança para tentar uma jogada. O melhor era irmos logo para o vestiário e conversar sobre o que aconteceu", Carlos Miguel (atualmente dono de um complexo esportivo).



SÃO PAULO 2 x 7 PORTUGUESA
Roger, Zé Carlos, Rogério Pinheiro, Bordon e Serginho; Sidnei (Souza), Alexandre, Fabiano e Carlos Miguel; França e Dodô (Marcelinho Paraíba). Fabiano, Augusto, César, Emerson e Ricardo Lopes; Carlinhos, Alex Lopes, Alexandre (Cesinha) e Evandro; Leandro Amaral (Ailton) e Evair (Da Silva).
Técnico: Nelsinho Batista. Técnico: Candinho.
Gols: Emerson, aos 23, César, aos 27, Leandro Amaral, aos 30, e Carlinhos, aos 32 minutos do primeiro tempo; Evandro, aos 23, Ricardo Lopes, aos 25, Serginho, aos 34, Marcelinho Paraíba, aos 36, e Da Silva, aos 45 minutos do segundo
tempo.
Estádio: Morumbi. Data: 20/09/1998. Árbitro: Antônio Pereira da Silva. Público: 7.250.





3º lugar: Corinthians 5 x 0 São Paulo, em 1996

Pré-jogo: Os rivais tinham campanhas parecidas na perseguição ao Palmeiras. A única derrota de ambos, até a décima rodada do Paulistão, havia sido exatamente para o líder.

Vergonha: Num jogo em que os dois times estavam em condições similares, o São Paulo sofreu a maior goleada já imposta pelo rival na história do clássico. Só isso já é suficiente para incluir a partida nesse top 5 do mal.

Memória: "O São Paulo havia feito várias negociações, contratando jogadores que tinham ido bem em seus clubes e que já tinham nome: eu no Vasco, Sorlei no Fluminense, Sandoval no Guarani, o Almir vinha do futebol japonês... Foi um time que não chegou a criar uma característica própria, porque atuou pouco junto. Não foi um time brilhante, mas fez boas campanhas. Foi bem no Paulista (ficou em terceiro), ficou a um ponto de se classificar no Brasileiro e ganhou a Copa dos Campeões Mundiais", Valdir.




CORINTHIANS 5 x 0 SÃO PAULO
Ronaldo, Carlos Roberto, Célio Silva, Henrique e Silvinho; Bernardo, Marcelinho Paulista, Souza, (Júlio César) e Tupãzinho; Edmundo e Leonardo (Robson). Zetti, Edinho, Pedro Luis e Sorlei; André Luiz, Dozinete, Edmílson (França), Sandoval (Denílson) e Aílton; Almir e Valdir (Gilmar).
Técnico: Eduardo Amorim. Técnico: Muricy Ramalho.
Gols: Souza, aos três, e Edmundo, aos 36 minutos do primeiro tempo; Edmundo, aos dez, Robson, aos 39, e Henrique, aos 45 minutos do segundo tempo.
Cartões vermelhos: Bernardo (Corinthians) e Pedro Luiz (São Paulo).
Estádio: Santa Cruz (Ribeirão Preto). Data: 10/03/1996. Árbitro: Julio Matto (URU). Público: 17.394. Renda: R$ 184.555.






4º lugar: Vasco 7 x 1 São Paulo, em 2001

Agência/O Globo
Romário comemora um de seus três gols

Pré-jogo: Na penúltima rodada da primeira fase do Brasileiro, o São Paulo de Kaká vinha de nove partidas de invencibilidade e estava perto da classificação para as quartas.

Vergonha: O cartão vermelho para Ceni no início foi um mau presságio, mas o desastre só veio no segundo tempo, quando o São Paulo levou três gols entre os 21 e os 25 minutos. O time foi goleado por um adversário praticamente sem ambição no torneio.

Memória: "Já seria difícil perder o Rogério Ceni, que é um líder e uma referência para a equipe. Ainda perdemos o meio-campo, com a minha saída, e o Alencar entrou despreparado, falhando em dois ou três gols. Jogando no campo do Vasco, foi duro de aguentar. O time não tinha condições e foi massacrado os 90 minutos. E o adversário ainda perdeu outras chances. No intervalo, o Nelsinho tentou reverter a situação e acabou abrindo o time", Adriano (atualmente presidente do Oeste).




VASCO 7 x 1 SÃO PAULO
Hélton, Rafael, Géder, João Carlos e Gilberto; Donizete Oliveira (Botti), Jamir (Dedé), Fabiano e Léo Lima; Euller e Romário. Rogério Ceni, Belletti, Emerson, Júlio Santos e Gustavo Nery; Maldonado, Fábio Simplício (Leonardo), Adriano (Alencar) e Kaká; França e Luis Fabiano (Dill).
Técnico: Paulo César Gusmão. Técnico: Nelsinho Batista.
Gols: Gilberto, aos 19, e Euller, aos 37 minutos do primeiro tempo; Romário, aos três e aos 21, Léo Lima, aos 24, Romário, aos 25, Dedé, aos 34, e França, aos 45 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Emerson (São Paulo). Cartões vermelhos: Rogério Ceni e Gustavo Nery (São Paulo)
Estádio: São Januário. Data: 25/11/2001. Árbitro: Carlos Eugênio Simon (RS).





5º lugar: São Paulo 1 x 4 São Caetano, em 2007

Agência/Lance
São Caetano fez dois gols seguidos no segundo tempo: aos oito e aos nove minutos

Pré-jogo: Após placar por 1 a 1 no primeiro jogo da semifinal, o São Paulo só precisava de outro empate no Morumbi para decidir o Campeonato Paulista.

Vergonha: O então campeão brasileiro fez 1 a 0, mas não soube aproveitar o espaço dado pelo São Caetano e ainda levou uma goleada. Saiu do Paulisto ao perder pela segunda vez em 21 jogos e somar oito pontos a mais do que o adversário na primeira fase.

Memória: "Começamos bem, criamos várias oportunidades e fizemos 1 a 0. O São Caetano empatou no fim do primeiro tempo e virou no segundo. Depois que fez o segundo gol, o São Paulo não conseguiu mais jogar. O São Caetano fez por merecer a vitória e conseguiu um resultado justo. Não dá para tirar os méritos do adversário, que tinha um bom toque de bola e muita rapidez no ataque. É melhor passar a borracha e apagar esse jogo, porque foi triste sair do Campeonato Paulista como forte candidato ao título", Jadílson.




SÃO PAULO 1 x 4 SÃO CAETANO
Rogério Ceni, André Dias (Borges), Alex Silva e Miranda; Ilsinho, Josué, Souza, Hugo (Jorge Wagner) e Jadílson (Júnior); Leandro e Aloísio. Luiz Silva, Paulo Sérgio, Maurício, Thiago e Triguinho; Luís Alberto, Glaydson, Canindé (Galiardo) e Douglas; Luiz Henrique (Marcelinho) e Somália (Marabá).
Técnico: Muricy Ramalho. Técnico: Dorival Júnior.
Gols: Ilsinho, aos 23, e Luiz Henrique, aos 37 minutos do primeiro tempo; Thiago, aos oito, Glaydson, aos nove, e Douglas, aos 25 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Miranda, Souza, Aloísio, Josué (São Paulo), Glaydson, Paulo Sérgio, Douglas e Marabá (São Caetano). Cartão vermelho: Josué (São Paulo).
Estádio: Morumbi. Data: 21/04/2007. Árbitro: José Henrique de Carvalho.








Jogo que orgulha: São Paulo 1 x 0 Liverpool, em 2005

Votado por 45% dos internautas.



"Assisti a um time de vermelho contra um time de branco, num jogo que valia “apenas” o título mundial. Eu torcia (e ainda torço, e muito!) para o de branco e passei a torcer ainda mais após as declarações do principal jogador do time de vermelho, de que o time dele era imbatível. Confesso que estava muito apreensivo. Não era pra menos: nunca no Brasil um time havia sido três vezes campeão do mundo. O jogo foi incrível, nervoso do começo ao fim. O meu time não tinha um jogador estrela, um craque, enquanto o time de vermelho estava transbordando de craques de todos os países. O único gol da partida saiu de um lançamento de Aloísio para Mineiro estufar a rede. Meu time não tinha uma estrela, mas isso era entre os dez jogadores de linha, porque defendendo o gol... Nunca vi um goleiro ser tão bombardeado. Nosso camisa 1 se imortalizou como o maior ídolo do São Paulo de todos os tempos! E aquele time de vermelho, o “time imbatível”, se ajoelhou diante da grandeza de um clube de curta história (estamos muito longe de completar cem anos e já temos três Libertadores e três Mundiais) que sempre voltou do Japão como campeão do mundo."


Vinicius Almeida





Jogo que envergonha: Vasco 7 x 1 São Paulo, em 2001

Votado por 13% dos internautas.



"Sem dúvida, a maior decepção foi em 2001, pelo Campeonato Brasileiro. O Vasco da Gama tinha Romário. Rogério Ceni saiu do gol, pegou a bola com a mão fora da área e foi expulso. A partir dali, só ficam as desastrosas imagens das falhas do goleiro Alencar. Vasco 7 x 1 São Paulo, com um gol de honra marcado por França. No fim do jogo, Kaká - que ainda estava no São Paulo - quase fez o gol que Pelé não fez, do meio de campo. Fiquei doente e no outro dia nem fui à aula."



Fernando Afonso (de Freitas Paranaíba-MS)





Confira também os Jogos na Memória de:



- Atlético-MG



- Corinthians



- Flamengo



- Fluminense



- Grêmio



- Internacional



- Palmeiras



- Santos



- Vasco

Rodada ótima para paulistas no topo e boa para os cariocas na luta contra o Z-


A 32ª rodada terminou com o mesmo líder de antes, o Palmeiras, mas por um dia ela ficou nas mãos do São Paulo, que com a vitória de 1 a 0 sobre o Internacional, na quarta-feira, está mais vivo do que nunca na luta pelo seu sétimo título brasileiro. Depois de três derrotas seguidas, o Verdão de Muricy Ramalho, graças a uma atuação de gala do controverso Obina, voltou a vencer - e bem - o Goiás e não deixou a primeira colocação escapar para o rival.



Com as derrotas do Flamengo para o Barueri, que não tem muito mais a ganhar ou perder na competição, e do Atlético-MG, para o ainda último colocado Fluminense, não só os paulistas agradecem, mas também o Cruzeiro, que derrotou o Santo André no sufoco, na quarta. O time mineiro, que andou boa parte do campeonato na parte debaixo da tabela, recuperou-se, e, embora tenha os mesmos 51 pontos do Rubro-Negro da Gávea, leva vantagem no número de vitórias e já está em quinto.



Na inglória luta contra o rebaixamento, foram os cariocas que mais vibraram, apesar de o Fluminense continuar em último, mas a cinco pontos do primeiro a escapar da degola no momento, o Botafogo, 16º colocado, com 35. A vitória sofrida sobre o Náutico, na quarta, tirou o time alvinegro do Z-4, beneficiado ainda pela derrota do Santo André no Mineirão, no finzinho do jogo.



CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO E SIMULE OS RESULTADOS DO SEU TIME





Para os pernambucanos a rodada foi péssima. Além da derrota do Timbu no Engenhão, o Sport não conseguiu superar o Coritiba, na Ilha do Retiro, e o empate por 1 a 1 manteve o Rubro-Negro na penúltima colocação e deixou o time paranaense somar um pontinho importante para ficar cada vez mais longe da ameaça da degola. Agora está com 38, a seis do 17º, o Santo André.



Na partida que menos importância teve nesta rodada - valeu mais pela luta por uma vaga na pouco atraente Copa Sul-Americana -, o Atlético-PR empatou em casa com o Santos, e ambos mantiveram suas posições. O Peixe está em 13º - na última colocação dos que vão para a Sul-Americana - e o Furacão, em 14º, fora do perigo de descer para a Série B e a dois pontos da zona de classificação para o torneio continental.



GALERIA DE FOTOS: VEJA AS MELHORES IMAGENS DA RODADA





Também na quarta, o Grêmio derrotou o Avaí, no Olímpico, por 3 a 1, e manteve suas remotíssimas chances de chegar ao G-4. O Tricolor gaúcho passou o Goiás e agora é o sétimo. A seis rodadas do fim, o time catarinense, em 12º, tem poucas aspirações no Brasileirão, já que o objetivo traçado, de se manter na Série A, está cumprido.



Outro que nada mais tem a fazer no Brasileirão, a não ser manter sua dignidade e tentar atrapalhar a vida dos outros, é o Corinthians, que bateu o Vitória no Barradão e subiu duas posições - agora é nono. Mas o Timão já tem vaga assegurada na Taça Libertadores de 2010, por isso não disputará a Sul-Americana, e não há chances matemáticas nem de ser rebaixado, muito menos de ser campeão. O time baiano caiu uma posição e está em décimo.



Diego Tardelli é o artilheiro isolado



A derrota para o Fluminense foi péssima para o Atlético-MG, mas, se serve de consolo, o gol de honra, marcado por Diego Tardelli, pôs o atacante, que andou sendo convocado por Dunga para a seleção brasileira, no topo da artilharia, agora com 17 gols, um a mais que Adriano, do Flamengo.



CONFIRA AQUI OS ARTILHEIROS DO BRASILEIRÃO

Juazeiro do Norte-CE: Padre Marcelo diz que veio por amor a Jesus e Padre Cícero




Não durou mais que 38 minutos a presença do Padre Marcelo Rossi no altar/palco principal do Parque de Eventos Padre Cícero em Juazeiro do Norte. Ele foi anunciado pelo próprio Bispo Diocesano, dom Fernando Panico, que acabara de celebrar missa em ação de graças pela chegada da TV Verdes Mares Cariri. Sem direito a ensaios, o sacerdote se apresentou junto com o cantor e sanfoneiro Waldonys e, por isso, vez por outra, atropelavam tons e letras.

A subida ao palco do padre Marcelo se deu às 18h20min sob os aplausos de um público que não foi o esperado pela organização talvez pelo fato de ser um meio de semana e a inconveniência do horário. Quando se aproximou das 19 horas, o sacerdote começou a se despedir em virtude de outros compromissos em sua agenda e tinha que deixar a região do Cariri. Não foram mais do que quatro ou cinco músicas intercaladas por poucas falas.



Numa delas, misturou o Ceará com o Cariri resultando em um sonoro "Carará". Quando subiu ao palco, o sacerdote falou que tinha vindo "por amor a Jesus e Padre Cícero" e definiu o padre de Juazeiro como "um homem que sofreu". Lembrou se tratar do dia consagrado à São Judas e voltou a fazer menções ao fundador de Juazeiro: "quem sabe, futuramente, São Padre Cícero" numa suposta tese de beatificação o que seria impossível sem que antes não haja a reabilitação sacerdotal.

Quando o padre Marcelo começou a cantar "Noites Traiçoeiras", o sanfoneiro Waldonys, num determinado momento, passou a executar em ritmo de forró. O sacerdote ensaiou alguns passos mesmo que timidamente e desajeitado. Mais desajeitado ainda foi quando lançou mão de um zabumba e se juntou ao sanfoneiro. Waldonys fez cara de quem não gostou do ritmo sacerdotal e o padre não permaneceu mais que dois minutos com o instrumento.

"Olha aí a diferença!", reconheceu padre Marcelo Rossi quando um zabumbeiro passou a tocar. Também ficou claro que o mesmo desconhece a letra do tão difundido Hino de São Francisco. Para acompanhar Waldonys, apanhou uma folha de papel com a letra e, toda vez que desviava o olhar, cantava errado. Além dessa "nova dupla", se apresentaram a Camerata da Unifor, Fábio Carneirinho e a Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto.



A festa foi aberta com orações quando o bispo dom Fernando Panico celebrou missa. A homilia foi escrita e adotou a comunicação como tema. "Que a TV Verdes Mares Cariri seja a trombeta para atender aos anseios do povo e um instrumento de alegria", rogou. Ele almejou ainda que os responsáveis por dirigir a emissora tenham consciência e responsabilidade. O pastor pediu a intercessão de Padre Cícero para que a TV desempenhe o seu papel “com elegância e proveito”.

Juazeiro do Norte-CE: Padre Marcelo diz que veio por amor a Jesus e Padre Cícero


Não durou mais que 38 minutos a presença do Padre Marcelo Rossi no altar/palco principal do Parque de Eventos Padre Cícero em Juazeiro do Norte. Ele foi anunciado pelo próprio Bispo Diocesano, dom Fernando Panico, que acabara de celebrar missa em ação de graças pela chegada da TV Verdes Mares Cariri. Sem direito a ensaios, o sacerdote se apresentou junto com o cantor e sanfoneiro Waldonys e, por isso, vez por outra, atropelavam tons e letras.

A subida ao palco do padre Marcelo se deu às 18h20min sob os aplausos de um público que não foi o esperado pela organização talvez pelo fato de ser um meio de semana e a inconveniência do horário. Quando se aproximou das 19 horas, o sacerdote começou a se despedir em virtude de outros compromissos em sua agenda e tinha que deixar a região do Cariri. Não foram mais do que quatro ou cinco músicas intercaladas por poucas falas.



Numa delas, misturou o Ceará com o Cariri resultando em um sonoro "Carará". Quando subiu ao palco, o sacerdote falou que tinha vindo "por amor a Jesus e Padre Cícero" e definiu o padre de Juazeiro como "um homem que sofreu". Lembrou se tratar do dia consagrado à São Judas e voltou a fazer menções ao fundador de Juazeiro: "quem sabe, futuramente, São Padre Cícero" numa suposta tese de beatificação o que seria impossível sem que antes não haja a reabilitação sacerdotal.

Quando o padre Marcelo começou a cantar "Noites Traiçoeiras", o sanfoneiro Waldonys, num determinado momento, passou a executar em ritmo de forró. O sacerdote ensaiou alguns passos mesmo que timidamente e desajeitado. Mais desajeitado ainda foi quando lançou mão de um zabumba e se juntou ao sanfoneiro. Waldonys fez cara de quem não gostou do ritmo sacerdotal e o padre não permaneceu mais que dois minutos com o instrumento.

"Olha aí a diferença!", reconheceu padre Marcelo Rossi quando um zabumbeiro passou a tocar. Também ficou claro que o mesmo desconhece a letra do tão difundido Hino de São Francisco. Para acompanhar Waldonys, apanhou uma folha de papel com a letra e, toda vez que desviava o olhar, cantava errado. Além dessa "nova dupla", se apresentaram a Camerata da Unifor, Fábio Carneirinho e a Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto.



A festa foi aberta com orações quando o bispo dom Fernando Panico celebrou missa. A homilia foi escrita e adotou a comunicação como tema. "Que a TV Verdes Mares Cariri seja a trombeta para atender aos anseios do povo e um instrumento de alegria", rogou. Ele almejou ainda que os responsáveis por dirigir a emissora tenham consciência e responsabilidade. O pastor pediu a intercessão de Padre Cícero para que a TV desempenhe o seu papel “com elegância e proveito”.

Definida as equipes semifinalistas da Copa Aurora de Futebol Amador 2009



A rodada do final de semana da Copa Aurora de Futebol definiu as quatro equipes semifinalistas da primeira divisão e os dois times finalistas da segundona. A final da 2ª divisão acontece entre as equipes do Juventus dos Grossos e Agremiação Atlética Pankdão, que venceram seus confrontos diante das equipes da Portuguesa e do Monterrey respectivamente. Na primeirona, os jogos semifinais acontecem entre os times do Esporte Clube Vitória X Ceará Sporting Clube Japão, e Esporte Clube Araçá X Real FC Ingazeiras.

A grande final da Copa Aurora será realizada no dia 10 de novembro (terça-feira), às 17 horas no estádio Romãozão. Nesta data o município de Aurora estará completando 126 anos de emancipação política. A disputa do terceiro lugar acontecerá no dia 07 de novembro. Vale ressaltar, que pela primeira vez na história do esporte aurorense as equipes participantes de um campeonato municipal não pagaram nenhuma taxa de inscrição. Além do mais, a administração “O Povo Construindo o Novo”, que tem a frente o prefeito Adailton Macedo e o vice Antonio Landim, premiará os vencedores da competição com uma histórica premiação em dinheiro, troféus e certificado de participação.

O executivo aurorense disponibilizou ainda transporte para todas as 23 equipes da zona rural, para que as mesmas pudessem se deslocar até a sede do município. A competição foi iniciada no dia 05 de setembro passado com a participação de 33 times, sendo 20 equipes na primeira divisão e 13 agremiações na segundona. Tão logo termine o evento, a Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto, que tem a frente o Secretário José Cícero, iniciará os preparativos visando o campeonato aurorense de futsal. A intenção do prefeito Adailton Macedo é colocar a Seleção de Aurora no campeonato cearense de futsal de 2010. Para tanto, a quadra poliesportiva, localizada no Bairro Araçá, o mais populoso da cidade passará por uma ampla reforma, a fim de receber jogos da referida competição. A Seculte trabalha com centenas de crianças no programa segundo tempo e nas escolinhas de futebol, mantida pelo município.

1ª Divisão

Esporte Clube Araçá 4 X 1 São Benedito

Gols: Cícero Virginio (2), Nano e Nor (E. C. Araçá); Cícero Rodrigues (São Benedito)

Esporte Clube Vitória 2 X 0 Soledade Esporte Clube

Gols: Danilo e Adailton (E. C. Vitória)

Real FC Ingazeiras 0 X 0 Ceará Sporting Clube Japão (Nos pênaltis: 3 X 4)

2ª Divisão

Agremiação Atlética Pankdão 1 X 0 Monterrey Esporte Clube

Gol: Max

Portuguesa 0 X 1 Juventus dos Grossos

Gol: Bruno Macedo

Semifinais

Sábado - 30/10/2009

Esporte Clube Araçá X Real Futebol Clube de Ingazeiras

Domingo - 31/10/2009

Esporte Clube Vitória X Ceará Sporting Clube Japão

Premiação da 1ª Divisã

1º Lugar: R$ 2.500,00

2º Lugar: R$ 1.500,00

3º Lugar: R$ 1.000,00

Premiação da 2ª Divisão

1º Lugar: R$ 1.500,00

2º Lugar: R$ 1.000,00

Baixe aqui a tabela Copa Aurora de Futebol (Artilharia)

Seculte realiza reunião nesta quinta e II Conferência na sexta-feira, 30



REUNIÃO: A Comissão de organização da festa do município de Aurora, em nome da Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto, e Prefeitura Municipal realizam nesta quinta-feira (29), importante reunião com todos os barraqueiros e proprietários de “trailers” que almejam participar das festividades alusivas e comemorativas aos 126 anos de Aurora. O encontro acontecerá a partir das 15h na sede da SECULTE/AURORA, localizada na Avenida Antonio Ricardo, defronte a Praça Padre Cícero, no centro da cidade.



CONFERÊNCIA:


A Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto – SECULTE – que tem a frente o Secretário José Cícero, realizará nesta sexta-feira (30) a II Conferência da Cultura. Na ocasião serão discutidos junto a sociedade aurorense os diversos aspectos relacionados as políticas de arte e cultura do nosso município; além de estratégias com vistas a implantação dos sistemas Nacional, Estadual e Municipal de Cultura.


Atenção para Programação:


08:30h – Credenciamento dos participantes


08:45h – Execução do Hino de Aurora


09:30h – Solo da música Asa Branca


09:35 – Apresentação de Poetas Repentistas


09:45h – Instalação da plenária e apresentação de trabalhos


10:00h – Discussão dos eixos temáticos e elaboração de propostas


11:00h – Lanche


11:20h – Apresentação de propostas discutidas e aprovadas pelos grupos


11:40h – Leitura e votação do relatório das diretrizes finais


12:00h – Escolha de delegados para participarem da plenária estadual


12:30h – Leitura final das diretrizes de Políticas Públicas de Cultura


Encerramento: Tamyres voz e violão.

Município de Aurora prepara comemorações dos 126 anos de emancipação politica


A Prefeitura Municipal de Aurora, que tem a frente o prefeito Adailton Macedo e o Vice Antonio Landim, definiu toda programação festiva para comemorar os 126 anos de emancipação política do município aurorense. Serão quatro dias de festa preparada com toda uma infraestrutura, oferecida pela administração “O Povo Construindo o Novo”. Para tanto, foi elaborada uma extensa programação festiva constando de apresentações culturais, artísticas e esportivas, dedicada aos munícipes de Aurora.

Criado pela Lei 2.047 de 10 de novembro de 1883 o município de Aurora é por isso mesmo detentor de um dos mais ricos e significativos passados históricos da região caririense, de onde se destacam os trágicos acontecimentos ocorridos entre dezembro de 1908 e meados de 1909, quando a então Vila de Aurora foi invadida e saqueada por bandoleiros, a mando de potentados do Cariri. Aurora é ainda a terra natal de figuras notáveis e emblemáticas a exemplo da célebre Marica Macêdo, o poeta Serra Azul, o pintor Aldemir Martins, o cantor Alcymar Monteiro, o literato Hermenegildo de Sá Cavalcante, o escultor Nego Simplício, e a própria Dona Aurora antiga proprietária de uma taberna às margens do rio de cujo topônimo se tornou possível trocar-se o nome primitivo de Venda para o atual de Aurora.

O município possui cerca de 30 km do seu território cortado e banhado pelas “águas doces e férteis” do Rio Salgado, que inclusive, divide a cidade/sede quase ao meio no sentido Sul-Norte; indo desaguar no Jaguaribe já nos limites do município de Icó. Cumpre destacar igualmente que Aurora se notabilizou a partir da década de 20, devido construção e inauguração da sua estação ferroviária; fato ocorrido em 7 de setembro de 1920, sendo, por conseguinte, a 1ª e mais importante estação da região, uma vez que as de Juazeiro, Missão Velha, Crato e Ingazeiras só vieram a ser edificadas anos depois. Por conta disso, Aurora ficou durante muito tempo sendo o entroncamento final do ramal da rede ferroviária cearense (RVC). Deste modo acolhia todos os viajantes do baixo Cariri que vinham pernoitar na cidade no sentido de chegar à capital.

Durante muito tempo Aurora pôde extrair da terra o seu ouro branco – o algodão, uma antiga atividade agrícola propulsora da economia aurorense que junto à existência do trem marcou significativamente a vida e o comércio do município num passado recente. Foi assim. Era assim. Hoje Aurora se ressente tanto da economia algodoeira quase inexpressiva, dentre outros fatores pela praga do bicudo que a dizimou em toda região; quanto do restabelecimento do trem, cuja ausência tem causado além de saudades, um verdadeiro “peso morto” na lida cotidiana do povo e no progresso do município.

Confira toda programação:

1ª Festa Cultural da Emancipação - Edição 2009

Comemorativa aos 126 anos de Aurora

De 07 a 10 de novembro de 2009

“Aurora: 126 anos de história, cultura e tradição”.

Abertura

Sábado - 07 de Novembro

19:30 h – Dãozinho dos Teclados

20 h - Sebastian dos teclados

21 h – Forró Garota Teimosa.

23 h – Forró Lenhada e Karine Mitre

01 h – Forró Chave de Ouro.

Domingo - 08 de novembro

19 h – Cris e Cristian

20 h – Forró Xoteado

21 h – Forró com Jeito

23 h – Sirano e Sirino

01 h – Forró de Rocha.

Segunda-feira - 09 de novembro

19 h – Apresentação de Repentistas Populares

20 h – Carpegiano dos Teclados

20:30 h - Heraldo e André

23:30 h – Fábio Carneirinho.

01:30 h - Forró Pesado

Terça-feira - 10 de novembro (Dia do Município)

19 h – Os Coiotes

19:30 h – Premiação das equipes e dos destaques da Copa Aurora, do

Campeonato Juvenil e do torneio infanto-juvenil de futebol alusivo aos

126 anos do município.

20 h – Desfile e escolha da rainha do município edição 2009.

21 h – Forró Boca de Moça

23 h – Garota Safada.

01 h – Forró Lá di Nois.

03 h – Namoro novo.

Terça-feira - 10 de novembro (dia oficial do município)

05 h – Salva de fogos e Alvorada Festiva com a banda de Música Senhor

Menino Deus.

Local - Paço municipal:

Execução dos Hinos: Nacional e Municipal.

Hasteamento das Bandeiras: Do Brasil e do Município.

Palavra oficial do prefeito e outras autoridades.

08h – Missa de ação de graças alusiva a passagem dos 126 de

emancipação cívico-política de Aurora. Local – Igreja Matriz do Sr.

Menino Deus.

O7 h – Início do Torneio da Emancipação – Futebol de areia infantil

Local – Campinho da estação.

08h – Peneirão de Futebol para a escolhas de talentos juvenis das

escolinhas de futebol da Seculte com as presenças dos observadores do

Clube Atlético de Cajazeiras - PB. Local: Estádio Novo.

08:30 h – Palestra: “Aurora, 126 anos: uma história que engrandece a

própria história”.

Local: Salão do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR). –

Palestrantes: Dr. Vicente Landim de Macedo – pres. De honra da

AFA/Brasília.

09 h – Atletismo: Corrida ecológica dos 126 anos.

Saída: Quandra Poliesportiva – Araçá. Percurso: Querumbina/Olho d’água/Araçá.

09 h – Visita da comitiva municipal e convidados à pedra fundamental

(Terreno) para a construção da Escola Técnica e Agência do INSS –

bairro Araçá.

10 h – Encontro com os atletas mirins do Projeto Segundo Tempo para a

entrega de camisetas do PST e palestra infantil com a professora

Elizete Albuquerque.

Local: Pátio da Seculte.

12 h – Partida de Futsal feminino – Quadra Poliesportiva – Araçá.

15h – Decisão do Campeonato Juvenil segunda divisão – Luiz Simião de

futebol amador.

Local: Campo do Romãozão.

15:30h – Jogo de confraternização: Veteranos da bola: A x B. Local:

Novo Estádio.

17h – Final da Copa Aurora Lêço Quezado de Futebol. Local: Novo Estádio.

Prefeito Adailton Macedo recebe “PRÊMIO INTEGRACION 2009”, nesta sexta-feira, 30



O Prefeito Municipal de Aurora, José Adailton Macedo (PSDB), viaja nesta quinta-feira (29) com destino até a cidade de Curitiba/PR. Na oportunidade, o executivo aurorense receberá o “PRÊMIO INTEGRACION LATINOAMERICANO 2009” (Troféu e Diploma), oferecido pela CIPIS (Câmara Internacional de Pesquisas e Integração Social) em reconhecimento a sua relevante trajetória profissional e política.



O prêmio é um reconhecimento à comprovada liderança, ações, exemplos e força de trabalho do mesmo para ampliar e consolidar a Integração Municipalista de Aurora e do Brasil, totalmente dentro do esforço da Integração Nacional, com reflexos positivos nos demais países da América Latina.



As Láures personalizadas lhes serão entregues solenemente por Autoridades dos Países da América Latina, que estarão presentes ao evento nesta sexta-feira, dia 30 de outubro, durante o “XXXVI Panel Latino Americano de Integracion” a partir das 14:00h, no Salão Ágata do Radisson Hotel, na Cidade de Curitiba-Paraná, localizado na Avenida Sete de Setembro, 5190 – Batel) e que terá como tema “El MERCOSUL Rumbo a La Integracion Latino Americana”. O prefeito Adailton Macedo se diz por demais satisfeito por ter conseguido mais um prêmio para o seu município.

Secretaria de Saúde realiza a V Conferência Municipal nesta quarta-feira, 28


Logomarca da V Conferência Municipal de Saúde

27-10-2009
Secretaria de Saúde realiza a V Conferência Municipal nesta quarta-feira, 28
Comentar



A Secretaria de Saúde do Município de Aurora realiza nesta quarta-feira, dia 28 de Outubro, a V Conferencia Municipal de Saúde com o seguinte tema: XXI anos de SUS: Conquistas e Desafios. O evento será realizado nas dependências do CSU (Centro Social Urbano), localizado na Vila Paulo Gonçalves.



PROGRAMAÇÃO:


07h00min – CREDENCIAMENTO DOS DELEGADOS E PARTICIPANTES.


07h40min – CAFÉ DA MANHÃ


08h30min – ABERTURA


· COMPOSIÇÃO DA MESA.


· EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL E DO HINO DO MUNICÍPIO DE AURORA.


ABERTURA OFICIAL COM O PREFEITO DE AURORA JOSÉ ADAILTON MACÊDO.


· PALAVRA OFICIAL DA SECRETÁRIA DE SAÚDE Dra. PETRÚCYA FRAZÃO LIRA.


09h30min – DESCOMPOSIÇÃO DA MESA.


TEMA “21 ANOS DE SUS: CONQUISTAS E DESAFIOS”. COM A PALESTRANTE Dra. HELEONYZE TAVARES MENDONÇA ESPECIALISTA EM SAÚDE PÚBLICA.


11h00min – ABERTURA PARA PERGUNTAS DA PLENÁRIA RELACIONADAS AO TEMA DA PALESTRA.


12h00min – INTERVALO PARA ALMOÇO.


13h00min – RETORNO DOS TRABALHOS COM A APRESENTAÇÃO DO FILME POLÍTICAS DE SAÚDE NO BRASIL.


14h00min – FORMAÇÃO DOS GRUPOS E ELABORAÇÃO DAS PROPOSTAS.


15h30min – INTERVALO PARA O COFFE BREAK.


16h00min – EXPOSIÇÃO DOS TRABALHOS

Escola Romão Sabiá comemora o Dia do Professor



O evento aconteceu no paço da referida Escola, localizada no Bairro Araçá. Na oportunidade, os professores foram recepcionados pela direção da escola que tem a frente a diretora Fcª de Souza Lira Saraiva (Ailma) e os coordenadores Cícero Barbosa e Maria Cristina.



A programação contou com música ao vivo sob animação do Grupo “Aquarela”, mensagens de otimismo, distribuição de significativas lembranças aos participantes, bebidas e comidas típicas. O ponto culminante da festa aconteceu quando o corpo docente felicitou-se com os demais presentes no encontro, onde houve uma verdadeira confraternização através de palavras de otimismo e entusiasmo, fortalecendo e revigorando o espírito de todos aqueles que lutam diariamente por uma educação de qualidade. “Espero que nós professores possamos desfrutar deste momento tão importante e significativo e que nos anos vindouro, possamos novamente estar aqui, para que juntos possamos comemorar essa data tão especial para nós docentes.”, disse a diretora Ailma

Biblioteca Pública de Aurora é visitada por Bibliotecárias do Estado


A Prefeitura Municipal de Aurora, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto (Seculte-Aurora) que tem a frente o Secretário José Cícero, recebeu na manhã desta Terça-feira, dia 20 de Outubro do corrente ano, a visita de uma equipe da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará. A visita das Senhoras Maria Zuíla e Claudete Lopes ao Município se fez necessário, vez que, o órgão maior do Estado do Ceará (SECULT) realiza em âmbito regional, através do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, a inspeção e padronização técnica de todas as Bibliotecas que fazem parte da rede cultural do Estado do Ceará.



Na oportunidade, a equipe realizou em conjunto com funcionários do setor, um levantamento e inspeção da situação em que se encontra o acervo cultural da Biblioteca Pública Municipal. Realizaram também, exposição de obras literárias de autores diversos, que serão colocados em posição padronizada, o facilitará ao público leitor o acesso direto a obra desejada. Esse controle técnico será muito importante, por que destacará em cada estante ou balcão o livro, tema, assunto ou autor que o leitor preferir.



O órgão público municipal recebeu recentemente do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura que tem a frente o Professor Auto Filho, uma remessa de mil novas obras literárias para o enriquecimento do acervo cultural do referido patrimônio. A referida conquista só foi possível, graças as lutas empreendidas pelo prefeito Adailton Macedo, junto ao Governo do Estado. A Biblioteca de Aurora funciona de segunda a sexta-feira, das 8:00h as 20:00h, sob a coordenação da Srª Rita de Kássia Macedo

Juazeiro do Norte-CE: Padre Marcelo Rossi virá pela primeira vez ao Cariri



A Rede Globo está agendando para o dia 28 de outubro um show do Padre Marcelo Rossi no município de Juazeiro do Norte. Os contatos estão bem adiantados e a direção da TV leva em consideração o caráter católico e religioso da cidade fundada pelo Padre Cícero que acolhe romeiros de diversos lugares do país. O local seria o Parque de Eventos Padre Cícero e o motivo principal a inauguração da TV Verdes Mares Cariri a segunda afiliada da Globo no Ceará.

Contatos neste sentido já foram mantidos com a Prefeitura de Juazeiro que se encarregou de fazer uma limpeza ampla no parque. A recomendação é que toda a área cimentada que fica em frente ao palco principal do parque fique completamente desobstruída. É que os organizadores da festa estimam a presença de um grande público a exemplo do que sempre ocorre nas apresentações do Padre Marcelo Rossi pelo Brasil afora. Em meados de julho, um show do Padre Reginaldo Manzotti atraiu cerca de 80 mil pessoas na Praça dos Romeiros em Juazeiro.




A TV Verdes Mares Cariri está com a sua sede em funcionamento desde o mês passado na Avenida Padre Cícero, no Bairro São José, em Juazeiro do Norte. No dia 1º de outubro, a mesma passou a enviar as suas imagens do Cariri alcançando 66 cidades cearenses incluindo algumas regiões vizinhas. Parte da programação jornalística já se faz dos stúdios da emissora, além de flashes locais nos programas da TV Verdes Mares Fortaleza.

A Globo é a rede de televisão da América Latina e quarta maior do mundo vista, diariamente, por mais de 80 milhões de pessoas. A TV Cariri - Canal 9 para Juazeiro - pertence ao Sistema Verdes Mares de Comunicação do Grupo Edson Queiroz. Com a estação do Juazeiro, a Globo aumenta para 122 o número de afiliadas que cobre 98,44% do território brasileiro, atingindo 5.564 municípios e 99,50% da população de todo o País.